Como Iniciar uma Reeducação Alimentar sem sofrimento

Fazer uma reeducação alimentar é um processo complexo, mas sem dúvidas, é a principal forma de emagrecer de forma saudável.

É raro ouvir falar em reeducação alimentar quando cada vez mais surgem as dietas da moda que prometem emagrecimento em tempo recorde.

No entanto, muitas vezes essas dietas representam um risco para sua saúde ou então fazem com que o seu corpo entre no famoso efeito sanfona em que você perde peso e depois de um tempo recupera todos os quilos que havia perdido.

Para evitar esses dois casos o mais indicando é uma reeducação alimentar. Veja agora como iniciar uma!

Tenha um Grande Porquê

Para realizar uma reeducação alimentar você precisa de motivação. Mas afinal o que significa essa palavra?

Se desmembrarmos ela veremos que motivação é = motivo para ação.  Um motivo nada mais é que um porquê ou uma razão.

Afinal de contas porque você deseja emagrecer? É simplesmente porque você quer se sentir uma pessoa mais bonita para agradar os outros?

Ou é por que você quer agradar seu marido ou namorado?

Ou você simplesmente quer perder peso por que as pessoas te dizem que você deveria fazer isso?

A maioria das pessoas que não tem uma razão especifica para emagrecer acabam falhando. Quem deseja emagrecer para os outros e não para si mesmo, também.

Defina algo que realmente seja o motivador do seu desejo de fazer reeducação alimentar. Esse motivo pode ser o amor a si próprio e a vida.

Pense bem, uma alimentação saudável pode significar diminuição no peso ou um corpo mais atraente, mas ela, acima de tudo, vai aumentar a sua qualidade de vida e também o seu tempo de vida. Não existe motivo maior do que esse.

Reeducação Alimentar não é Dieta

 Uma coisa que é muito comum as pessoas confundirem é dieta com reeducação alimentar.

Uma dieta ela possui um limite de tempo. Por exemplo, você faz um regime para perder 5 kg em uma semana. Essa dieta pode ser saudável ou não. Ou deixar de comer alguns horários também podem não fazer bem. Devemos selecionar os alimentos corretos para não ganhar peso desordenadamente.  Como por exemplo, definir o que comer a noite para não engordar.

E normalmente o que acontece é as pessoas pensarem da seguinte maneira: “Eu vou seguir esse regime por mais alguns dias e depois eu vou voltar a minha alimentação normal”.

Essa situação é oposta a reeducação alimentar. Nela você adotará um novo estilo de vida. Reeducação alimentar não é algo que você faça e depois pare. O ideal é que você mude seus hábitos por completo. É uma mudança a longo prazo.

Expanda o seu Paladar

Você já viu aquelas crianças que dizem não gostar de determinada comida apesar de nunca terem provado?

Bom, apesar de você não ser criança, pode acontecer isso com você.  Talvez você comeu um alimento uma vez e nunca mais o experimentou.

Reeducação alimentar tem a ver também com renovar o seu paladar. Existem comidas que são muito saborosas e às vezes você não come por um pré-conceito sem sentido.

Busque mudar os modos de preparo da comida também. Talvez você não gosta de ovo cozido, mas adora ovos mexidos ou um omelete.

Se você se abrir para novas receitas, certamente, vai melhorar seu paladar, se alimentar de forma saudável, e ainda sim, ter prazer ao comer.

Acredite em Si Mesmo

Para tudo na vida existe um ingrediente principal que se chama autoconfiança. Se lá no fundo você acredita que não conseguirá fazer uma reeducação alimentar, é provável que realmente não consiga.

Por isso é importante que você acredite em si mesmo e para isso uma boa alternativa é ter um motivo bem definido como foi falado no inicio do artigo. Uma boa maneira de passar a acreditar mais em si mesmo é comemorando pequenas vitórias como, por exemplo, passar um dia sem comer doces ou então frequentar a academia todos os dias da semana.

Nesse artigo você viu algumas práticas que irão te ajudar a iniciar uma reeducação alimentar. Se você quiser emagrecer de maneira saudável leia este artigo aqui.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *